Treino é treino, jogo é jogo


Não treinamos para falhar, entretanto falhar no treino é comum e tem o seu valor. Agora, Falhar na competição é um desastre (na minha opinião). Como não se falha na competição? Conhecer sua capacidade em cada movimento, seus pontos fracos e onde pode “forçar mais” é o caminho. Sua capacidade física não vai melhorar em um dia, o diferencial é utiliza-la da melhor forma,não pode sobrar nem faltar. Um bom atleta tem que imaginar seu tempo/reps antes de fazer o Workout. Imagine: 3 RFT 500m Remo e 10 Hang squat Cleans 80/110kg, poucos fariam os Cleans Unbroken, dosar o remo é essencial. nada adianta remar em 1’40 e levar 4 minutos para fazer os Cleans. Outro exemplo: 15-9-6 Muscle ups e Snatches. 45/65Kg. O prudente e quebra os MU de 15, o volume pode te travar no final do Wod. O maior de todos os temos (na minha opinião) @richfroning tem a incrível capacidade de saber exatamente o que pode fazer sem sobrar nem faltar. Isso requer conhecimento próprio absurdo e controle para não forçar ao ver outro atleta na frente. Errar o pace no treino e passar do ponto vai te fazer evoluir, te desafia fisicamente. Na competição isso não pode acontecer. Treino é treino, jogo é jogo! Diz o sábio. Todo mundo tem um coleguinha que queima a largada no treino ou desiste quando “da ruim” errar no box te ensina a não errar fora dele. Bons atletas aprendem com erro, desconforto e pressão. Quem foge disso não vai ter conhecimento próprio para acertar no dia D, na hora H.

Featured Posts
Posts em breve
Fique ligado...
Recent Posts